Atendimento psicológico a distância: dicas para envolver o paciente

atendimento psicológico

Com o atendimento psicológico a distância, diversas pessoas estão tendo acesso a um psicólogo durante o isolamento social. Isso é muito importante, pois o número de pessoas com crises de ansiedade e depressão está aumentando.

Continue lendo a matéria e saiba como envolver o paciente nesse processo.

 

Quando procuramos por atendimento psicológico, geralmente estamos fragilizados e em busca de alguém que nos entenda.

Durante o período de isolamento social, muitas pessoas estão desenvolvendo quadros de depressão e ansiedade.

Para garantir a segurança de todos, o conselho regulador da profissão liberou que os atendimentos passassem a acontecer de forma on-line.

Ufa! Nós ficamos muito felizes com isso!

É muito importante levar opções de atendimento psicológico para as pessoas que estão em locais distantes ou que pertencem ao grupo de risco e precisam de uma atenção redobrada. 

Mas, para os psicólogos que não estão acostumados com o atendimento a distância, preparamos algumas dicas para ajudar no envolvimento com os pacientes.

 

1 – Atendimento psicológico a distância precisa de atenção na acolhida

Como falamos ali em cima, as pessoas buscam atendimento psicológico quando estão fragilizadas.

Por isso, é fundamental que o profissional demonstre ao paciente o quanto ele é bem-vindo neste espaço (mesmo que virtual), expressando seu acolhimento e compreensão.

Esse é um momento muito difícil para todos e quem é propenso a despertar esse tipo de distúrbio acaba ficando vulnerável.

 

2 – O conteúdo é fundamental

Usar materiais de apoio é importante, principalmente quando as conversas acontecem de forma remota. 

Com o atendimento psicológico por meio de ferramentas digitais, oferecer conteúdos disponíveis em blogs, sites, redes sociais e, até mesmo, no YouTube se torna mais fácil e convidativo.

Outra coisa legal é que esse tipo de informação também funciona como forma de distrair e ocupar a mente com outras coisas.

Tudo que os pacientes mais precisam nesse momento de isolamento, não é mesmo? 

 

3 – Relação de confiança durante o atendimento psicológico a distância

No primeiro passo falamos sobre acolhimento. 

Ele também ajuda a demonstrar credibilidade e conquistar a confiança do paciente, afinal, ele deve contar suas mágoas mais profundas durante o atendimento psicológico e só fará isso se estiver confortável com a situação.

Em consultas presenciais, esse envolvimento já é fundamental, mas quando o atendimento é remoto, isso é ainda mais necessário.

Para isso, foque em desenvolver um relacionamento, fazendo com que a pessoa entenda que você é o único profissional que pode ajudá-la.

Use e abuse da criatividade para deixar o paciente confortável e à vontade. Lembre-se que cada um tem o seu jeito e que o atendimento psicológico personalizado continua sendo uma ótima técnica.

 

4 – Invista na qualidade da transmissão

Um ponto muito relevante (e que muitos psicólogos esquecem) é a qualidade da transmissão.

As sessões de terapia possuem certo tempo de duração e, com certeza, seu paciente não ia gostar nadinha de perder momentos de conversa por conta de problemas com a videochamadas.

Mas pode ficar tranquilo! Nisso, a gente te ajuda!

Você sabia que a RCE Digital possui diversas soluções para garantir a qualidade do seu atendimento psicológico a distância?

Nós podemos desenvolver uma plataforma totalmente personalizada, contando com a identidade visual do seu consultório e acrescentando ferramentas exclusivas para atender as necessidades dos seus pacientes em um momento tão complicado como o que estamos passando.

Você quer conhecer mais sobre nossas soluções de videochamadas? Entre em contato com nossa equipe de especialistas.