Transformação digital no meio corporativo: sua empresa está preparada?

Provavelmente você já parou para pensar no quão rápido a tecnologia tem evoluído ou mesmo considerou estar “atrasado tecnologicamente” em alguns aspectos. A velocidade da digitalização realmente impressiona.

Esse ritmo acelerado afeta não só a vida em sociedade e as relações pessoais, mas também o meio corporativo. A transformação digital já começou a provocar rupturas em conceitos e modelos tradicionais de negócios.

As empresas que querem continuar vivas e competitivas precisam estar preparadas para a velocidade e amplitude das mudanças. Adapte-se ou morra.

Para isso, é necessário compreender a transformação digital e definir como ela será aplicada aos processos do negócio. É preciso estar claro que uma transformação genuína provoca uma reinvenção do modelo organizacional. Não se trata apenas de automação de processos e adoção de tecnologias. Envolve mudanças significativas na empresa, inclusive, em muitos casos, transformação dos modelos de negócios.

Alguns dados mostram que a transformação digital não é uma tendência ou algo para o futuro, mas sim a possibilidade de se relacionar com o público agora e melhorar os resultados.

Levantamento divulgado pela Sysorex, especializada em análise de dados, mostra a relevância do digital:

  • No mundo, existem mais de 11 bilhões de coisas conectadas à internet
  • São 7 bilhões de dispositivos móveis em uso
  • 900 milhões de posts são criados por dia no Facebook
  • No Instagram, são 75 milhões de posts diariamente
  • Transações pela internet movimentam 3,7 trilhões de dólares por dia
  • 17 bilhões de dólares é o valor diário de transações com cartão de crédito

Esses números ajudam a mostrar quão digital o mundo é e a entender porque as empresas precisam se adaptar a essa realidade: para acompanhar o ritmo dos seus consumidores, mais conectados e com a expectativa de vivenciarem novas experiências.

O desafio: quebra de paradigma

A transformação digital deixou de ser uma opção e tornou-se necessária para empresas que querem ter sucesso nesse novo ambiente. Muito mais do que evoluir tecnologicamente, as corporações precisam quebrar paradigmas para uma visão mais dinâmica e colaborativa, com foco no cliente e na forma como criam e entregam valor.

Este, no entanto, é o primeiro desafio para aplicar a transformação, principalmente porque maioria das empresas não está preparada para uma mudança tão grande em seu modelo de negócio.

O desafio é grande porque precisa do engajamento de toda a organização para convergir a um modelo mental transformador, no qual o todo é mais relevante do que as partes.

Além disso, para estimular ações colaborativas na tomada de decisão, hierarquias são quebradas e responsabilidades compartilhadas. Agora, todos são empoderados e fazem parte da transformação.

Esse processo envolve a reestruturação da cultura da empresa, que deve estar voltada para gerar ganhos de produtividade e para a melhoria da experiência do cliente.

Por isso, um alerta é relevante: a transformação digital no ambiente corporativo não se trata de tecnologia, mas sim de uma postura coletiva que envolve liderança, cultura, estratégia e gestão de talentos.

Comunicação

Em uma era dominada por consumidores que vivenciam jornadas permanentemente ágeis, empresas que aderem à transformação digital precisam também investir em uma comunicação corporativa eficaz.

Ao ampliar e digitalizar seus canais de comunicação, as organizações conseguem melhorar o relacionamento com clientes internos e externos, otimizar processos e transformar sua cultura.

Vamos continuar esse assunto de Transformação Digital?

Temos mais de 25 anos de história em comunicação corporativa e muitos cases que transformaram o mercado.