Transmissão ao vivo em EAD: como tornar seus treinamentos mais atrativos?

 

homem olhando para a câmera

Montar um treinamento, um curso ou plano de conteúdos, é excelente em diferentes situações para promover conhecimento.

Mas a verdade é uma só: atrair a atenção do público é um desafio. Em qualquer plataforma, formato de curso, treinamento ou palestra, seja presencial ou à distância, isso não escapa a ninguém!

Cada meio requer diferentes técnicas para tornar esse trabalho muito mais interessante.

E hoje a gente preparou uma série de dicas para você arrasar nas suas transmissões.

Use a transmissão ao vivo para reter mais atenção e parecer mais próximo

Conteúdos gravados são importantes e muitas vezes dão suporte a um programa de treinamento que seja mais extenso ou que fique disponível sob demanda, por exemplo.

Mas transmissão ao vivo em EAD é tão relevante quanto eles.

Portanto, sempre que possível, mescle os dois.

Isso torna o treinamento mais real e estimulador, ajudando a driblar um possível cansaço. A pessoa que está transmitindo pode até aproveitar para fazer comentários reais, sobre o clima, algum evento que esteja acontecendo no dia, e assim por diante. Isso traz descontração e “situa” o destinatário.

Portanto, você pode ter alguns conteúdos gravados, mas transmitir ao vivo é essencial. É o que pode tornar o curso ou treinamento mais atraente, convidativo e dinâmico.

Continue lendo e veja dicas para fazer disso um sucesso!

Primeiro saiba as diferenças entre aula presencial e EAD

Vamos imaginar aquela aula presencial no formato que todos já conhecem. Muitas coisas podem interferir no espaço e no momento da aula em uma sala.

No EAD a coisa só muda de forma, mas o desafio está ali. Pense nas distrações da internet. As interferências a que as pessoas estarão sujeitas no momento em que estiverem assistindo, aquele amigo chamando, esquecendo-se de que  a pessoa está concentrada, o telefone tocando, enfim, tudo isso pode interromper a atenção de quem está recebendo o treinamento.

Várias coisas podem causar ruído nesta comunicação.

Por isso, inovação e criatividade são carros-chefes na preparação da sua aula em EAD!

Em constante movimento com tecnologias do mercado, é preciso procurar solução para transmissões que não travam, que chegam com qualidade, o que, aliás, em termos de imagem e visualização por tela é indispensável para que seu público consiga enxergar satisfatoriamente algo que você mostre ao vivo ou em forma de anotações em um quadro.

Que tal parecer natural?

A próxima etapa é, após ter um roteiro de sua aula ou treinamento, observar o modo como você se posiciona diante da câmera (veja algumas dicas de live que também valem para essa hora).

É preciso lembrar que você está falando com um público por trás dela para, assim, parecer natural.

Se você conseguir fazer isso e engajar sua audiência pode ajudá-la a entrar em um estado de “flow”, em que a atenção será retida naturalmente e as pessoas irão seguir a jornada entretidas, sem ver o tempo passar.

Quanto mais prestarem atenção em você e tiverem interesse pelo que estiver apresentando, mais chances de o conteúdo fixar e as pessoas não abandonarem a visualização, participando de fato.

Crie sequências lógicas e use o conceito de storytelling entre as narrativas, pois quanto mais você investir em técnicas que engajam, mais a atenção será voluntária.

Ah, e não esqueça de testar os equipamentos antes, para nenhuma falha quebrar esse esforço!

Considere alternar conteúdos

Na hora de expor os conteúdos, tenha planejamento e cuidado com alguns itens essenciais, como a própria distância de algum objeto que irá mostrar presencialmente até a câmera.

Lembre-se de utilizar letras que sejam bem visíveis, no caso de conteúdos que sejam exibidos em impresso, ou busque utilizar adequadamente os recursos de zoom das câmeras, enquadrando corretamente os materiais na tela.

Priorize facilidade para fazer essa transmissão e a transição de conteúdos, caso também vá compartilhar a tela de algum computador, liberando-a com algum slide ou vídeo alternado de um modo mais efetivo.

Ideal é ter um cenário integrado, em que todas as tecnologias contribuam para reter a atenção dos espectadores ao máximo. Isso permite que extraiam o máximo de aprendizado possível.

E então, que tal contar com a RCE para sua transmissão ao vivo em EAD? Fale com a gente!